quinta-feira, 3 de novembro de 2011

FINAL DE ANO CHEGANDO...

Sim, estamos naquela época do ano em que tudo acontece muito rápido e os meses passam mais

depressa. Quando menos esperamos damos de cara com o Natal. HOHOHO


Gastos com o fim de ano

 
Essa é também a época em que gastamos mais dinheiro. É bom se preparar!

Comece a economizar e carregue seu cofrinho para as compras de final de ano, viagens e festas.

Vamos dar uma olhadinha nestas dicas super bacanas:

1. Planeje o supermercado com antecedência e evite a euforia das festas na hora de encher o carrinho. Converse com a família e avalie o que é realmente necessário. Se você for fazer uma confraternização, veja com o que cada um pode contribuir para equilibrar as despesas. Produtos natalinos como o panetone, cereja e nozes aumentam muito de preço e podem fazer um belo estrago na hora de pagar a conta.


2. Procure produtos “a granel”, em embalagens maiores. Busque a redução de preços com maiores quantidades, combinando a compra com vizinhos, amigos ou parentes. Um pouco de contato pode reforçar a economia na sua festa de Natal e Ano Novo.

 

3. Pesquise os folhetos de promoções. Leve os anúncios na hora das compras. Alguns supermercados cobrem as ofertas diretamente no caixa, sem burocracia. Só não se esqueça de ficar de olho nos gastos com combustível ou táxi na hora de buscar as pechinchas.


4. Procure ir o menos possível ao supermercado. Nessa época as ofertas de fim de ano estão em todos os lugares e o convite ao consumo é muito alto, especialmente se o supermercado ficar dentro de um shopping center.


5. Compre frutas da época, que têm preços mais em conta. Pesquise também nas feiras e sacolões. Também vale visitar os caminhões que ficam em ruas e estradas próximas às capitais. Mas lembre-se sempre dos gastos com locomoção.


6. Cuidado especial com o cartão de crédito nas festas de fim de ano. Limite alto e empolgação costumam ser uma combinação explosiva para o orçamento, ainda mais com o mês apertado de impostos que é janeiro.


7. Lembre-se que o espírito do Natal é a celebração, não a “presenteação”. Se não puder gastar, seja humilde e converse com sua família. O lema é "muito dinheiro no bolso e saúde (financeira) pra dar e vender".

Então meninas quem tiver mais dicas para ajudar a não gastarmos tanto...

Nenhum comentário: